domingo, junho 17, 2012

há muito que n ficava tão nervosa

Agora já estou mais calma, mas mexes comigo. Cá dentro, como há muito não me acontecia. Eu sou uma miúda decidida e confiante e contigo fico sem jeito, sem saber bem o que fazer ou o que dizer. Mas é fixe, estou a gostar, vamos descobrir o que é isto.

terça-feira, junho 12, 2012

Diana Kralll "Let's Fall In Love"

I have a feeling, it's a feeling, I'm concealing, I don't know why It's just a mental, sentimental alibi But I adore you So strong for you Why go on stalling I am falling Our love is calling Why be shy? Let's fall in love Why shouldn't we fall in love? Our hearts are made of it Let's take a chance Why be afraid of it Let's close our eyes and make our own paradise Little we know of it, still we can try To make a go of it We might have been meant for each other To be or not to be Let our hearts discover Let's fall in love Why shouldn't we fall in love Now is the time for it, while we are young Let's fall in love We might have been meant for each other To be or not to be Let our hearts discover Let's fall in love Why shouldn't we fall in love? Now is the time for it, while we are young Let's fall in love

quarta-feira, junho 06, 2012

ligações perigosas

As ligações emocionais, são para mim as mais perigosas. Por isso tento sempre racionalizar sobre o que me acontece, as pessoas à minha volta e principalmente sobre os meus sentimentos. Em geral, tenho-me safado, ou pelo menos assim quero acreditar. A verdade é que me tenho rodeado de relações mais ou menos superficiais, principalmente racionais e continuo a construir um soberbo muro à minha volta, tal qual uma fortaleza impenetrável, onde me protejo e me torno inatingível. Completamente inatingível? Sim! Mesmo quando pontualmente surgem pessoas ou situações que acredito poderem alterar essa condição, eu tomo decisões sobre elas. Normalmente decisões no sentido de continuar impenetrável, protegida, sem correr riscos ou perigos que considero desnecessários, evitáveis e até dispensáveis. Eu estou bem, a possibilidade de mudar assusta-me, afectar a minha estabilidade não me parece oportuno agora.

domingo, junho 03, 2012

Balanço

Eu estou bem. Não tenho o melhor emprego, nem tenho uma vida de sonho. Mas estou contente com as minhas escolhas e com as coisas e as pessoas que me rodeiam. Por ter mudado de cidade, afastei-me de algumas pessoas e deixei entrar outras na minha vida. Mudei as minhas circunstâncias, alterei a minha vida, intencionalmente e propositadamente. O resultado? É este, estou a construí-lo e gosto do que vejo. À medida que o tempo passa e os acontecimentos se sucedem, novos níveis de decisões surgem. Por vezes penso que não estou preparada ainda para eles, mas não é verdade, simplesmente me assuntam por serem novos níveis. Venham eles! Eu estou bem!